Vereador de Capela, irmão de Sukita, é preso por descumprimento de medida cautelar


o vereador de Capela, José Adaltro dos Santos, irmão do ex-prefeito Manoel Messias Sukita, foi preso No final da manhã desta quarta-feira (28), preventivamente após descumprir medidas cautelares.

Em 2020, Adaltro foi preso durante a Operação Mamulengo, após denúncias relacionadas aos crimes de falsidade ideológica, peculato, inserção de dados falsos em sistema de informação e consumato. Além disso, ele é investigado por promover, constituir, financiar ou integrar uma organização criminosa, considerando a apropriação de dinheiro público derivado de diárias pagas para servidores da Câmara Municipal de Capela.

No Habeas Corpus, foi acordado que Adaltro teria a liberdade desde que se afastasse do cargo de vereador, não tivesse acesso às dependências sob a administração da Câmara Municipal de Capela nem contato com as testemunhas e indiciados, além do recolhimento domiciliar noturno e nos dias de folga, bem como a proibição de se ausentar do Estado por mais de dez dias.

Segundo a decisão da juíza Dra. Cláudia do Espírito Santo, da comarca de Capela, foi comprovado que a medida cautelar foi descumprida pelo então vereador, que teria frequentado o show de inauguração de uma emissora de Rádio em Capela, no leste sergipano.

Adaltro tomou posse na Câmara de Vereadores de Capela no dia 03 de janeiro, após o falecimento do vereador Renato do Cartório. No último dia 22 de fevereiro, mesmo dia em que foi emitido o mandado de prisão, o vereador chegou a pedir afastamento de suas atividades, o pedido ainda não havia sido avaliado pelos seus pares.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipe
Portal Sergipe
Portal Sergipe