Governo de Sergipe esclarece episódio do Hospital de Amor de Lagarto


A Secretaria do Estado da Saúde de Sergipe se pronunciou sobre a questão do Hospital do Câncer de Lagarto, mais conhecido como Hospital de Amor, e o credenciamento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a pasta, somente o Ministério da Saúde é quem pode fornecer a credencial. Além disso, a SES assegura que a unidade ainda não está pronta para o funcionamento.

Segundo a secretaria, a unidade não está pronta para funcionar, pois não atende aos protocolos e certificações necessárias para o atendimento aos pacientes de forma qualificada e segura.

"Vale ressaltar que ainda existem inconformidades com relação à própria estrutura física da unidade, bem como no que diz respeito às certificações e habilitações de alvará de funcionamento, que só podem ser expedidas quando a unidade estiver pronta", afirmou a pasta. A secretaria alegou ainda que, na última visita técnica ao hospital, realizada pela SES juntamente com o Ministério da Saúde, teriam sido encontradas condições que não permitiria o funcionamento da unidade.

"Foi constatada a aquisição de equipamento obsoleto, que difere do apresentado no projeto, além de instalações inadequadas, e sem seguir as normas de segurança, tendo em vista que se trata de equipamento radioativo. Ainda é importante frisar que a unidade não apresentava licença sanitária para o funcionamento dos equipamentos de ressonância e tomografia.  A unidade também não possuía leitos de internamento e o centro cirúrgico não estava pronto", garantiu a secretaria.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipe
Portal Sergipe
Portal Sergipe