Pesquisa do Instituto França revela que 52% dos brasileiros não aprova a indicação de Flavio Dino para o STF


Pesquisa conduzida pelo Instituto França (IFP), divulgada neste domingo (10), aponta que 52% dos brasileiros com 16 anos ou mais desaprovam a indicação de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal (STF). Os que aprovam a escolha do ministro da Justiça pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Corte são 25%; 23% não souberam responder. Dino passará por sabatina na próxima quarta-feira (13/12) durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. 

Ato contínuo, a falta de consenso em torno do escolhido por Lula é explorada por bolsonaristas e lideranças de direita para mobilizar a militância em atos de protesto neste domingo em capitais e cidades médias de ao menos 15 estados, além do Distrito Federal. A expectativa é que o sentimento de aversão ao nome do atual ministro da Justiça de Lula para ocupar a vaga no STF, aberta com a aposentadoria da ministra Rosa Weber, ajude a mobilizar mais gente para os atos. A capital paulista e Brasília devem ser os locais com maior concentração de manifestantes. 

Levando em consideração o voto na eleição passada, a indicação é desaprovada por 78% dos eleitores de Jair Bolsonaro, enquanto aprovada por 6%. Entre os que votaram no petista em 2022, 44% aprovam e 27% são contra a indicação. 

Ao analisar os dados por região do país, observa-se que no Sudeste, 53% são contrários e 26% favoráveis à indicação de Dino ao STF. No Nordeste, os números são de 53% contra e 23% a favor. Na região Norte, a desaprovação é de 53%, enquanto 27% são favoráveis. No Centro-Oeste, 49% se posicionam contra, e 29% a favor da indicação.

O instituto entrevistou, por telefone, 1.500 eleitores com idade superior a 16 anos entre os dias 5 e 9 de dezembro. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais e o intervalo de confiança das estimativas é de 95%.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipe
Portal Sergipe
Portal Sergipe