Justiça manda partido devolver dinheiro após Alessandro Vieira se autodeclarar pardo


A Justiça Eleitoral de Sergipe mandou a federação PSDB-Cidadania devolver pouco mais de 34 mil reais aos cofres públicos em até cinco dias pelo recebimento indevido de recursos destinados a candidaturas negras nas eleições de 2022.

O pleno do Tribunal do Regional Eleitoral (TRE/SE) decidiu por maioria nesta segunda-feira (18), manter a desaprovação das contas do Cidadania em Sergipe e condenar o partido a devolução de mais de R$ 34 mil reais ao tesouro nacional no prazo de 5 dias.

Durante o julgamento, o colegiado entendeu que o senador Alessandro Vieira é branco, e não pardo, como ele declarou nas duas últimas eleições em que participou em 2018 e 2022.

Em nota, o senador Alessandro Vieira informou que tem ascendentes indígenas, e lembrou que foi registrado como pardo em sua primeira carteira de identidade. O senador também pontuou que sua prestação de contas foi aprovada por unanimidade, e que agora ‘tenta-se criar uma polêmica vazia’.

“Respeito a Justiça, o próprio Relator reconheceu a validade do registro inicial, mas creio que os demais membros do TRE estão profundamente equivocados. Vou respeitosamente recorrer, com a mesma firmeza e tranquilidade que é marca da minha vida”, disse.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipe
Portal Sergipe
Portal Sergipe