Programa Primeiro Emprego reflete compromisso do Governo do Estado com juventude e economia sergipana


Todo mundo já passou ou ainda vai passar pela experiência do primeiro emprego, e não é incomum que, no meio do caminho, muitos se deparem com um impasse: a exigência de experiência prévia. Foi pensando nisso que o Governo de Sergipe criou o Programa Primeiro Emprego, cuja finalidade é capacitar jovens para a inserção no mercado de trabalho. A iniciativa é viabilizada por intermédio da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem) e conta com a participação de instituições de ensino e empresas parceiras.

Estudante de Ciências da Computação na Universidade Tiradentes (Unit), o jovem Leandro Rocha, de 18 anos, foi um dos 20 selecionados pelo programa para compor a primeira turma do curso de ‘Programador Full-Stack’, que será ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em parceria com a empresa 3tecnos Tecnologia. Segundo ele, o programa do Governo de Sergipe será uma oportunidade para ele e outros jovens que buscam primeira experiência profissional adentrem no mercado de trabalho já qualificados. 

“Ter a oportunidade de entrar no mercado de trabalho já qualificado, com certeza, vai contribuir. Eu me sinto muito privilegiado por estar aqui, porque era algo que, quando eu me inscrevi, eu queria muito, pois eu almejo isso para a minha carreira. O que eu sinto é gratidão. Eu espero aprender muito e me desenvolver como pessoa e também como profissional do mercado”, considerou Leandro. 

Planejamento

Para tirar o Programa Primeiro Emprego do papel, foi necessária uma série de estudos para determinar o público-alvo e as áreas contempladas pela iniciativa, como explica a Superintendente do Trabalho e Emprego da Seteem, Marcela Prudente. “Nós fizemos estudos para criar este programa, e a faixa etária que selecionamos foi de 18 a 29 anos, que, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tem as maiores taxas de desocupação. Pensamos neste público para dar mais oportunidades para a juventude e termos mais sergipanos inseridos no mercado de trabalho”, indicou.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipe
Portal Sergipe
Portal Sergipe